Entenda a importância do Estudo de TCO no seu TI — Fargotech

Estudo detalhado de TCO: como ele pode ajudar a evoluir seu data center?

O que não é (bem) medido não pode ser (bem) administrado. A atualização do ditado é uma referência às exigências atuais para uma gestão de custos não somente austera mas de excelência. Evoluir o pensamento para utilização de novas tecnologias em favor da sustentabilidade do negócio não pode ser encarado como uma alternativa e sim um compromisso com os resultados. 

A análise de TCO (sigla para Total Cost of Ownership, ou em português, Custo Total de Propriedade) é uma ferramenta essencial para ajudar os gestores na viabilidade de novas oportunidades e inovações. Ela avalia os custos diretos e indiretos de determinada aquisição. No âmbito digital e tecnológico, esse índice mede a governança e o ROI (Retorno Sobre Investimento) dos projetos. 

Mas por que esse cálculo é tão importante? Nele, considera-se muito mais que o preço inicial. Inclui-se variáveis do custo completo da aquisição: compras, atualizações, reparos, manutenções, segurança, treinamento de equipe, personalizações, alcançando, inclusive, questões como tributação, impostos e outros. 

É exatamente por essa abrangência que o estudo de TCO pode ajudar você a evoluir seu data center e, ainda, reduzir os custos. Acompanhe para entender como acontece. 

Infraestrutura local de TI x Alto TCO

A aquisição de infraestruturas locais de TI demandam grande investimento inicial, além de custos adjacentes com manutenção, segurança e upgrades. Além disso, o prazo de implantação de um projeto dessa envergadura pode levar tempo.

Questões como utilização da capacidade total de processamento e armazenamento do sistema adquirido, que, muitas vezes, é muito maior do que o negócio realmente precisa em um primeiro momento. 

Esse cenário esbarra quase sempre em altos valores de TCO que chegam a inviabilizar todo o projeto. 

TCO das soluções em Nuvem

As soluções em cloud apresentam bem menos custos, já que não necessitam de infraestrutura de TI local, sendo possível contratá-la sob demanda, o que já reduz substancialmente o TCO do projeto. 

O uso da nuvem ainda garante mais escalabilidade, agilidade e mais performance para a TI, o que afeta diretamente nos resultados do negócio. 

As variações de TCO nestes dois cenários podem chegar aos 40/50%, dependendo da organização. 

Como calcular a TCO do seu TI

Cada empresa necessita de uma solução adequada ao seu perfil e cenário, por isso é importante realizar um estudo detalhado da TCO de seu sistema atual antes de diagnosticar se a nuvem — e até mesmo qual solução deste serviço, como nuvem pública, privada, híbrida ou hiperconvergência — e o mais indicado para a redução do TCO do negócio. 

Segundo a Gartner, até 2024, empresas que não tomarem conhecimento dos erros cometidos na adoção da nuvem gastarão entre 20 e 50% mais que as demais. Por isso, a decisão pelo adoção dos sistemas em nuvem deve ser feita junto a uma governança de TI, baseada em números e um projeto de migração eficiente.  

Aqui, o cálculo de TCO é uma ferramenta indispensável para ajudar a traçar o melhor caminho para alcançar as reduções de custo e aumento de ROI esperados. 

Quer conhecer o TCO de TI do seu negócio e saber qual a solução mais indicada para reduzí-lo? Entre em contato com a nossa equipe! Estamos preparados para acompanhar seu negócio rumo à Transformação Digital! 

Comments are closed.